Blog do Cabral Jornalismo Diferente

Criação da Secretaria e do Conselho Municipal de Esportes tematizam audiência pública na Câmara

A Câmara Municipal (CMVC) realizou na tarde desta segunda-feira, 13, uma Audiência Pública para debater políticas públicas de cultura, esporte e lazer em Vitória da Conquista. A iniciativa é do mandato do vereador e presidente da Câmara Municipal, Luís Carlos Dudé (MDB).

Com o objetivo de incentivar a criação da Secretaria Municipal de Esportes e o Conselho Municipal de Esportes, várias autoridades destacaram a importância do esporte amador e profissional de Vitória da Conquista. Eles abordaram a realidade atual, disponibilidade de recursos, perspectiva de investimentos e projetos para esse setor e outras áreas da cultura, visando a promoção de lazer para a população. A audiência contou com a presença da intérprete de Libras, Jaqueline Silva.

Além de Dudé, participaram da audiência os vereadores Nildo Freitas (PSC), Alexandre Xandó (PT), Chico Estrella (PTC). Na mesa estavam também o secretário municipal de Cultura, Esporte e Lazer, Eugênio Avelino (Xangai), o secretário municipal de Educação, Edgard Larry, o presidente do ECPP, Ederlane Amorim, o coordenador de esporte e presidente da LCDT, Luciano Pina, o coordenador de campeonato interbairros, Marcos Lelis, o servidor público e desportista Helder Lobo, entre outros.

Na abertura da audiência, Luís Carlos Dudé destacou que apenas 1% do orçamento do município é destinado à cultura, percentual que ele considera pequeno. Ele defendeu a criação da Secretaria Municipal de Esportes, cuja pasta hoje está ligada à Secretaria de Cultura. “Precisamos do empenho de cada desportista, porque juntos podemos muito mais em relação ao esporte de Vitória da Conquista”, disse, acrescentando que o atual presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Ednaldo Rodrigues, é conquistense, motivo de orgulho para todo o município e para a Bahia. “Isso mostra a importância de nossa cidade no contexto esportivo”, salientou. Ainda segundo Dudé, todas as grandes lutas travadas em Conquista nasceram na Câmara Municipal, como a construção do Ginásio de Esportes Raul Ferraz, e que o esporte sempre teve e continuará tendo o apoio do legislativo conquistense.

Edgard Larry, secretário municipal de Educação, parabenizou a iniciativa do mandato do vereador Luís Carlos Dudé em debater um tema que considera de suma importância para a sociedade. “Precisamos discutir as ações ligadas ao esporte. Historicamente, Vitória da Conquista sempre foi uma cidade reveladora de talentos e, por isso, precisamos nos organizar melhor, lembrando que esse trabalho já é uma luta de muitas décadas”, disse Larry, aproveitando para cobrar a implantação da Secretaria Municipal de Esportes. Conforme o secretário, o esporte no município tem potencial, mas ainda é pouco explorado. Disse que recentemente, ao assumir a Secretaria Municipal de Educação (Smed), começou a vislumbrar a possibilidade de estimular toda a rede municipal à práticas esportivas, com realização de grandes eventos, mobilizando toda a rede. “Fazemos coro com vocês para que possamos melhorar a questão do esporte no engajamento com a comunidade, viabilizando o acesso de todos ao esporte. Assim, teremos sucesso na formação das nossas crianças e adolescentes. É importante que estejamos juntos nessas ações”, disse.

Desportista ligado ao Futsal, Helder Lobo pediu mais apoio e investimento por parte do poder publico na reativação do Ginásio de Esportes, pois esse espaço tem feito muita falta aos desportistas da cidade.

O coordenador de Campeonatos Interbairros, Marcos Lélis, destacou que outras iniciativas como essa, voltadas para o debate de políticas públicas para o esporte, já aconteceram na cidade. Ele relembrou a trajetória do ECPP, que “viu potencial e oportunidade nessa área. “Nós também vimos e começamos a realizar os Campeonatos Interbairros, mas dependemos do poder público para financiar essas iniciativas”, explicou e disse que apesar da falta de apoio, o futebol amador continuou crescendo, mas atribuiu esse sucesso aos profissionais que militam na área. Lélis falou também da suspensão das atividades por causa da pandemia e relatou que em se tratando de esporte, Vitória da Conquista tem os melhores em tudo. “Temos os melhores dirigentes, os melhores árbitros e jogadores. Mas até agora o Poder Público ainda não iniciou uma estruturação para dar maior suporte a esse segmento. O esporte de Vitória da Conquista não pode estar atrelado a secretarias municipais, é muito grande para ser dependente de outras pastas. O esporte precisa ter uma dotação própria para seguir seu caminho”, afirmou.

O presidente do Esporte Clube Primeiros Passos (ECPP), Ederlane Amorim, falou da lacuna provocada pela falta de uma secretaria independente de esportes. “O esporte não deixa de ser um segmento de imponência em nossa educação. É uma área estratégica para atender os adolescentes em formação, porque o que vimos hoje são muitos adolescentes deixando de praticar esportes para ficar expostos à internet”, salientou. Ederlane relatou sua trajetória enquanto esportista e falou também da fundação do ECPP, ressaltando os desafios enfrentados pela diretoria devido à falta de recurso e de calendários sazonais. Segundo ele, a pandemia trouxe muitos prejuízos para o setor, por conta da suspensão das atividades esportivas, além do impacto emocional provocado pela ausência de práticas esportivas. Concluiu o seu discurso cobrando a criação de uma secretaria de esportes independente.

Coordenador Municipal de Esporte e presidente da Liga Conquistense de Desportos Terrestres (LCDT), Luciano Pina, destacou que o esporte acontece de segunda a segunda e ressaltou as modalidades esportivas que têm apresentado demandas na cidade, além da ocupação dos espaços de esportes. Também defendeu a criação da Secretaria Municipal de Esportes, falou do trabalho desenvolvido pela LCDT e destacou o trabalho feito pelas escolinhas do município. “Temos 32 quadras que precisam de manutenção e temos feito o possível para garantir a assistência desses espaços, até mesmo para reforçar o trabalho dessas escolinhas”, afirmou.

Eugênio Avelino Xangai, secretário municipal de Cultura, Esporte e Lazer, lembrou do tempo que jogava futsal. Disse que existe necessidade, não do desmembramento, mas do debate e verificação junto à administração municipal para uma atenção maior com relação ao esporte. Falou de um projeto que contemple a integração das artes com as modalidades esportivas e comemorou o fato de o presidente da CBF ser de Vitória da Conquista. O secretário salientou a tradição do futebol amador e relembrou algumas personalidades do esporte conquistense, como Neca, João Pretinho e Marinaldo Dias Bacelar.

Coordenador de Esportes da Associação de Surdos de Conquista, Jadiel Araújo, disse que o esporte deve ser visto também como elemento de inclusão e que a associação tem desenvolvido um trabalho esportivo com pessoas surdas, as quais estão sendo treinadas todas as quintas e sextas-feiras para participar de competições em outras cidades. “Eu gostaria de estimular a comunidade surda a ocupar esses ambientes nas diversas modalidades esportivas, estou muito feliz em poder interagir com essa Casa, precisamos quebrar essas barreiras para podermos crescer e nos desenvolver. A gente quer crescer junto com vocês na busca por igualdade de direitos”, salientou.

Representando a capoeira, Thiago Brasil cobrou políticas públicas e espaços públicos que possam abranger a capoeira. Ele falou do campo da Ester e lamentou que o espaço esteja abandonado. Em seguida, destacou a relevância do trabalho social da capoeira e os atletas que estão sendo formados por esse trabalho, e aproveitou para pedir a criação de um campeonato de capoeira promovido pela Prefeitura Municipal.

Jogador e coordenador de Escolinha de Futebol, Danilo Santos pediu a inserção de todas as modalidades que tratam do esporte nessas políticas públicas. Agradeceu a chance de praticar o futebol. “Através do futebol, muitas portas se abriram para mim como cidadão e isso eu devo a personalidades como Piolho, Luciano Pina, entre outras”. Danilo relatou o trabalho social que tem feito na cidade, alcançando mais de 5 mil jovens por meio do futebol e enfatizou os desafios enfrentados por esses atletas, por sua condição social e pelas oportunidades dadas a esses talentos. Falou da importância de elevar o nome da cidade por meio do esporte e destacou as iniciativas do poder público em Recife, que estimula a formação de atletas, sugerindo que essas ações possam ser reproduzidas em Conquista também.

Ex-coordenador de Esporte e professor de basquete, Márcio Brito falou que as dificuldades dessa modalidade esportiva são as mesmas dos outros esportes. Relembrou sua trajetória no esporte e ressaltou a oportunidade que teve de ocupar o cargo de coordenador de esportes e suas frustrações no cargo, como o fechamento de espaços como o Ginásio de Esportes. “Estamos precisando de politicas públicas de práticas esportivas de qualidade, pois o esporte amador é construído por atletas profissionais”, disse e pediu a retomada dos espaços onde o esporte é praticado.

Naedson Amaral, árbitro de futsal, relembrou sua trajetória no futebol e sua formação como árbitro de futsal. “Temos atletas e árbitros qualificados, mas nem sempre foi assim”, disse e aproveitou para fazer um apelo em prol da arbitragem de todas as categorias. Lembrou dos árbitros que tiveram origem em Conquista e que ganharam destaque no cenário nacional, e nesse sentido cobrou mais estímulos para essa categoria.

Em seu discurso, o vereador Nildo Freitas parabenizou a iniciativa da audiência. “Eu não sou desportista, mas quero dizer que essa audiência pública é de extrema importância para apontar os rumos do esporte conquistense e estamos falando de várias modalidades esportivas”, disse. Ele destacou o trabalho que era feito nas escolas da cidade e o incentivo dado aos alunos e pediu a continuidade desses estímulos. “Na condição de vereador, creio que toda essa Casa dará apoio à criação da Lei de Incentivo ao Esporte. A criação da Secretaria de Esportes já deveria ter acontecido há muito tempo. Tenho certeza de que a Câmara dará apoio a todas essas demandas”, afirmou.

O vereador Alexandre Xandó iniciou o pronunciamento falando da necessidade de um intérprete de Libras na Câmara Municipal. Em seguida destacou a audiência pública que tratou sobre a prática de capoeira na cidade e a necessidade de espaços para a prática de diversas modalidades esportivas. “Estamos jogando capoeira em espaços inadequados, precisamos de concurso público para professor de capoeira”, conclamou. Xandó disse que está acompanhando a reforma do Ginásio de Esportes Raul Ferraz e falou das demandas apresentadas pelos desportistas de diferentes modalidades, como os de Rugby e o profissionalismo dos atletas, mas lamentou as limitações na expansão dessas modalidades. “Penso eu que precisamos ter também políticas públicas específicas para as mulheres, contemplando o esporte feminino”.

Outro assunto tratado por Xandó foram as quadras deterioradas, a ausência de fiscalização nesses espaços e a continuidade de projetos sociais, por meio do esporte, que seguem sendo ameaçados a cada gestão municipal. “Eu entendo que o Conselho Municipal de Esportes vai poder dar passos maiores em relação ao que estamos discutindo aqui. Porem, é preciso manter esse conselho em atividade”, concluiu.

Líder do Governo na Câmara, o vereador Chico Estrella lembrou da construção do Ginásio Raul Ferraz e do Estádio Murilão. “Em administrações anteriores, encontramos dificuldades para fazer reformas nesses espaços esportivos. Estamos reformando agora o Murilão, anos depois dessa demanda ser apresentada pela comunidade. Qual a dificuldade em dedicar empenho e esforço para alcançar essas demandas?”, questionou Chico, que também cobrou a criação da Secretaria de Esporte. Ele falou da expectativa de ter independência, poder e verba para tocar adiante as pautas do esporte em Vitória da Conquista. Aproveitou para ressaltar o trabalho de Ederlane Amorim na profissionalização do futebol de Conquista e do empenho da prefeitura em garantir apoio ao time nessa fase.

Vereadora de Salvador, Marcele Morais, irmã do ex-deputado Marcel Morais, parabenizou a iniciativa e falou da importância do esporte para as pessoas, ressaltando que em países desenvolvidos as crianças são estimuladas desde o ensino infantil a praticar esporte, o que infelizmente ainda não ocorre no Brasil. Defendeu também a necessidade de estímulo às mulheres para que elas tenham uma participação mais efetiva no esporte. Aproveitou o momento para chamar a atenção para as pautas de defesa dos animais e relembrou as ações desenvolvidas por Marcel Morais.

Finalizando a audiência, o vereador Luís Carlos Dudé reafirmou a proposta do encontro, cobrou a criação da Secretaria de Esportes e lembrou que já tinha levado essa proposta ao ex-prefeito Herzem Gusmão. Lembrou que a reforma administrativa imposta pelo Governo Federal não viabilizou a criação da secretaria e defendeu a necessidade de uma secretaria com dotação orçamentária própria e a garantia de espaços em praças públicas para a prática da capoeira.

Dudé destacou também a trajetória de Ednaldo Rodrigues, que ocupa hoje posição de presidente da CBF. “Conquista empresta seu nome para mostrar que temos homens e mulheres competentes, e Ednaldo é exemplo disso”, disse, lembrando outras referências no esporte como Minotauro e Minotouro.

Em seguida, pediu ao secretário de Cultura, Xangai, que enviasse à Câmara o Projeto de Lei de criação da Secretaria Municipal de Esportes e garantiu que a Casa aprovará a iniciativa. “Precisamos fazer mais e melhor pelo esporte e por todas as suas modalidades. Aproveito para agradecer a todos os presentes e pedir que essa campanha seja de toda a Casa e que resulte na criação dessa secretaria”, pediu, clamando à prefeita Sheila Lemos (DEM) que se dedique à criação da Secretaria de Esportes. “Essa audiência é o primeiro passo em direção a esse pleito”, concluiu.

Conferência Municipal de Assistência Social tem live de plenária principal nesta terça

A plenária principal da XII Conferência Municipal de Assistência Social, que este ano acorre de forma virtual por conta da pandemia Covid-19, acontece nesta terça-feira (14), a partir das 9h00, pelo canal oficial da Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista no Youtube,.

Segundo o Conselho Municipal de Assistência Social (CMAS), foram realizadas  plenárias temáticas desde o dia 19 de agosto, que tiveram a participação de 240 delegados, representantes da sociedade civil e do Governo Municipal, quando foram discutidas  propostas em cinco eixos:

  • Eixo I A proteção social não-contributiva e o princípio da equidade como paradigma para a gestão dos direitos socioassistenciais no enfrentamento das desigualdades.
  • Eixo II Financiamento e orçamento como instrumento para uma gestão de compromissos e corresponsabilidades dos entes federativos para a garantia dos direitos
  • Eixo III Controle social: O lugar da sociedade civil no SUAS e a importância da participação dos usuários.
  • Eixo IV – Gestão e acesso às seguranças socioassistenciais e a articulação entre serviços, benefícios e transferência de renda como garantias de direitos socioassistenciais e proteção social.
  • Eixo V – Atuação do SUAS em Situações de Calamidade Pública e Emergências.

Durante o encerramento serão realizadas a leitura das propostas aprovadas, a apresentação dos nomes dos delegados eleitos, a leitura das moções aprovadas e as falas de encerramento.

Para participar, acesse https://www.youtube.com/watch?v=8dVCYt2cwMg

Deserg Conquista l Quem te viu, quem te vê!

Revitalização e novas conquistas coloca órgão como um dos mais eficientes e produtivos do governo municipal!

 

Movido pela responsabilidade e compromisso de dar respostas práticas à renovação administrativa do Deserg, Lucas implementou a revitalização da central, a partir do conceito de humanização e apoio total dos prefeitos Herzem Gusmão (Em Memória) e Sheila Lemos Andrade, além do secretário de Infraestrutura, Jackson Yoshiura.

Dentre as tantas e variadas mudanças implementadas, sua gestão no órgão que reúne “os pedreiros da Secretaria de Infraestrutura (Seinfra), o pessoal do Simtrans, com sua equipe de sinalização pela Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob), a equipe ‘tapa buracos’ da Emurc,  pessoal da limpeza, os garis e ainda os mecânicos e técnicos responsáveis pelo controle da distribuição de veículos, máquinas e equipamentos aos diversos órgãos usuários, bem como a execução do plano de manutenção e reparo destes, atendendo quase 300 veículos, entre carros alugados e frota própria, já incluindo máquinas e implementos, e a confecção de pré-moldados em geral”, explica o coordenador.

Totalmente revitalizado, o que já foi conhecidamente um aglomerado de carcaças, ferro velho e criadouro de insetos, hoje ostenta organização, controle e eficiência. Por exemplo, no conceito de humanização dos espaços, a implantação do Núcleo de Psicologia, que acompanha, orienta e presta apoio aos servidores da central, foi uma das mais importantes iniciativas na melhoria da qualidade de vida do servidor que, em maio deste ano, já apontava e reconhecia a virada no equipamento.

“Houve uma mudança significativa, foram implantadas novas instalações, reorganizados os setores e liberados espaços, antes ocupados por equipamento velho e já sem uso”, destacou Rilson Pires à reportagem do blog. O novo conjunto de banheiros e implantação do refeitório, também são motivos da satisfação interna. E neste exato momento, com a chancela da prefeita, Batista se dedica à ampliação do refeitório para os trabalhadores, com área mais ampla, mais segurança, lavabo, sanitário e cozinha. “Parece coisas simples e comuns, mas quando não tínhamos fazia muita falta”, reconheceu o servidor, que garante: “mudou cem por cento com a gestão de Lucas Batista, que visa muito o lado do ser humano”.

Basílio Neto Sampaio, servidor do Deserg há 23 anos, também comemorou as ultimas conquistas: “gostei muito. A gente está trabalhando e tem o equipamento para trabalhar, isso melhora o trabalho. Tá valorizando e muito, nós agora estamos ficando satisfeitos”.

A programação do mês do trabalhador foi marcada pela realização do Dia da Saúde do Homem, no qual foram realizados mais de uma centena de exames médicos em varias especialidades, atendendo demandas do servidor do sexo masculino, maior contingente no Deserg. “Nos últimos anos, o Deserg passou por uma transformação e o compromisso da prefeita é melhorar cada vez mais”, garante o gestor, que agradece, também, o importante acompanhamento e presença do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais (Sinserv), em cuja constatação, a Central é um dos equipamentos com reclamações e denuncias zeradas por parte do quadro funcional!

Na última sexta-feira, 66 servidores receberam novos uniformes, adequados às especificações das atividades exigidas por cada função.Quem trabalha na rampa de lavagem de veículos, por exemplo, recebeu vestimentas de tactel, tecido mais apropriado para o contato com a água. Já os trabalhadores da oficina ganharam também um jaleco de proteção, para impedir que manchas de graxa ou outros produtos passem para a farda interna”, explicou o coordenador Lucas Batista, que com competência e comprometimento, se tornou um dos cargos de confiança mais competentes e eficientes da gestão Sheila Lemos.

Veja galeria com fotos aéreas atuais do Deserg:

Dudé espera que eleições ocorram “sem polarização” em 2022

Durante pronunciamento na Sessão Ordinária da Câmara Municipal, realizada na manhã desta sexta-feira, 10, o presidente da Casa, vereador Luís Carlos Dudé (MDB), disse esperar que as próximas eleições, em 2022, ocorram sem polarização. “Haveremos de ter uma eleição de paz em 2022, sem polarização. O meu desejo é que a população brasileira possa escolher democraticamente aquele estadista que pode de uma vez por todas tirar esse país de uma guerra exacerbada entre direita e esquerda”, disse o parlamentar.
Para ele, o Brasil é um país democrático. “Este país é altamente democrático, prega a democracia”, disse Dudé. “Este país tem jeito. Nós precisamos deixar de pregar, de ambos os lados, o ódio, a vingança exacerbada, e pregar a paz”, avaliou o vereador.
Consulta a Temer – Luís Carlos Dudé demonstrou ver com bons olhos o abrandamento do tom do presidente Jair Bolsonaro (Sem partido) e a busca por aconselhamento com o ex-presidente e constitucionalista Michel Temer (MDB). “O que há de anormalidade quando você chama alguém de conhecimento constitucionalista para o aconselhar? O que há de anormal?”, questionou. “Às vezes um passo atrás abre uma sequência de passos à frente. Errar é humano. O melhor político é aquele que erra menos”, avaliou o edil.
Para Dudé, o país começa a se direcionar para a paz no campo político. “Eu percebo que o Brasil começa, democraticamente, a caminhar para a paz, de forma ordeira”, disse. “Ó que esse país precisa é de paz. O que precisamos é de um Brasil de paz”, finalizou.

Em medida super popular prefeita Sheila baixa preço do coletivo urbano e democratiza acesso ao transporte público municipal

Prefeita assina decreto reduzindo passagem de ônibus urbano para R$ 2,50 e R$ 2,00

 

Em decreto publicado no Diário Oficial do Município desta sexta-feira (10), a prefeita Sheila Lemos determina a redução da passagem de ônibus coletivo urbano, que passará de R$ 3,80 para R$ 2,00, quando o pagamento for feito com os cartões BEM Vale-Transporte e BEM Simples, e R$ 2,50 quando for em dinheiro, na botoeira. A redução passa a valer na segunda-feira (13) e vigorará, promocionalmente, até a homologação da licitação e assinatura do contrato com a empresa vencedora.

Segundo Sheila, a decisão de diminuir a tarifa do transporte coletivo urbano levou em consideração que a população usuária desse meio de transporte ainda enfrenta grandes dificuldades, resultado da pandemia. De acordo com o decreto, o preço promocional proporcionará aos usuários uma redução do comprometimento da renda familiar com o transporte público.

“O permite que as pessoas que voltam a usar o transporte coletivo, com a diminuição dos índices de Covid-19 e a consequente ampliação das atividades produtivas e possam fazer isso sem aperto”, explica a prefeita. Ela destaca, ainda, que a desoneração dos custos para os empregadores na forma de compra de Vale-Transporte, propiciando a oportunidade de manutenção de empregos existentes e criação de novas vagas.

O decreto também ressalta que, além da importante contribuição à economia da população e das empresas que adquirem vale-transporte, estudos que apontam para a necessidade de fortalecimento do sistema, com o retorno do passageiro/usuário, como forma de tornar o transporte coletivo atraente a novas empresas, considerando a premência da licitação para melhoria do serviço.

Servidor reconhece trabalho do Sinserv!

Servidora: “Essa coisa da entrega de Lúcia, isso me marca muito porque ela faz com carinho, o que diferencia você fazer como profissional”

 

 

Destes dias de lutas e conquistas que merecem matérias jornalísticas, e dos dias comuns, nos quais, o inesperado nos surpreendem! A abordagem desta sexta-feira (10/09) é um registro da beleza da simplicidade e gratidão. O expediente se abria e logo na primeira hora de atendimento uma servidora adentra ao Sindicato dos Servidores Públicos Municipais (Sinserv) portando uma linda orquídea lilás. Seu alvo: Lúcia Chagas, presidente do sindicato!

“Sou movida por um sentimento genuíno de gratidão por Dona Lúcia e por tudo que ela representa e tem feito por mim como servidora e pra os servidores municipais”, revelou Miriam Rocha de Deus, auxiliar administrativo, lotada no Posto de Saúde Solange Hortélio, ao entregar o mimo à dirigente sindical.

Servidora Municipal há 22 anos, Miriam não poupou considerações à atual presidente da entidade que representa o funcionalismo público conquistense e foi adiante: “Ela sempre tá me ajudando, não apenas desta vez, mas em todas as que precisei anteriormente, várias outras demandas e aqui sempre fui muito bem recebida por todos, graças a Deus, sempre me ajudando da melhor forma possível. E hoje eu vim mesmo agradecer de coração e é genuíno, viu?”.

A servidora estendeu sua gratidão ao corpo jurídico do Sinserv, na pessoa do advogado Diórgenes Souza Costa, e disse que “a partir do sindicato todo servidor tem a assistência com a dignidade que merece e precisa”.

Impactada, a homenageada emocionou-se. Para Lúcia, “são essas coisas que fazem tanto trabalho e tanta luta valerem ainda mais a pena”. Ela recebeu a linda orquídea e deu-lhe lugar especial em seu gabinete.

Acatace solicita apoio da Câmara na doação de terreno para construção da nova Ceasa

 

Na manhã desta quinta-feira, 09, a Câmara Municipal de Vitória da Conquista recebeu representantes da Associação dos Comerciantes Atacadistas de Hortifrutigranjeiros da Ceasa de Vitória da Conquista (Acatace). A associação solicitou o apoio do legislativo para a permanência da Ceasa na Juracy Magalhães e também pedir o apoio dos vereadores para garantir a conclusão do processo de doação do terreno, iniciado em 2008, para construção da nova Central de Abastecimento do município, que abriga comerciantes, pequenos e médios produtores da agricultura familiar da região.

RSegundo o presidente da Acatace, Ronaldo Carvalho de Oliveira, os comerciantes sonham há 13 anos com a nova Central de Abastecimento, prevista para ser construída na BR-116, perímetro urbano de Vitória da Conquista. “Nosso sonho é sair do espaço atual, onde a gente paga um aluguel de R$ 50 mil mensais, para uma nova Ceasa que nos dê condições de locar todos os comerciantes e produtores e que tenha retorno financeiro para sobrevivermos naquilo que escolhemos para trabalhar, que é trazendo produtos para atender a sociedade conquistense e região”, disse, acrescentando que existe na cidade um Centro de Distribuição querendo mostrar para a cidade que é a Central de Abastecimento, “mas não é, não existe da nossa parte comprometimento com esse grupo em particular”.

A Acatace tem 156 associados, porém atuam na Ceasa quase 300 pessoas entre comerciantes e produtores rurais.

O presidente da Câmara, Luís Carlos Dudé (MDB), o líder da Oposição, Valdemir Dias (PT), e o líder do Governo, Chico Estrella (PTC), participaram da reunião com os representantes da Acatace. “Ouvimos as demandas dos comerciantes e estamos aqui para dar todo o apoio da Casa no que for necessário, porque entendemos a importância desses comerciantes e trabalhadores para o município e pra toda Região Sudoeste”, disse Dudé.

Siemaco

O presidente do Sindicato dos Empregados em Empresas de Asseio e Conservação (Siemaco), de Curitiba, Manassés Oliveira da Silva, acompanhado do contador Edilson Pereira Souza, também esteve na Câmara Municipal na manhã de hoje. Além de visitar a Casa legislativa, ele destacou o processo de terceirização dos serviços como o caminho para desonerar o serviço público. “Foi uma visita de cortesia em que aproveitamos para falar das vantagens da terceirização dos serviços para o poder público e para os trabalhadores”, disse Manassés, que também é ex-vereador em Curitiba.

Na oportunidade, Manassés Oliveira convidou o presidente da Câmara para uma visita oficial a Curitiba, a fim de conhecer projetos nas áreas de urbanismo, meio ambiente, entre outros, os quais poderão ser implantados em Conquista com apoio do Governo Federal. “Curtiba é referência para nós em várias áreas e uma visita aos projetos implantados lá não está descartada. Vamos viabilizar essa visita junto com a prefeita Sheila Lemos”, salientou Dudé.

Incêndio de grandes proporções atinge propriedade rural em Rio do Pires

Fogo foi controlado, mas o pasto foi quase todo devastado e alguns animais sofreram queimaduras
Na tarde desta terça-feira (07 de setembro), um incêndio atingiu uma propriedade rural, na Comunidade de Ângola, município de Rio do Pires/BA. O fogo se alastrou rapidamente e chegou até uma roça com animais. Várias pessoas usaram água para ajudar os moradores locais no controle das chamas.
Segundo informações, a queimada foi controlada, mas o resultado foi a devastação de uma grande área de pasto. Apenas a plantação de palmas que ficou intacta, inclusive o proprietário só tem isso agora para servir ao gado, pois não tem outro meio de alimento para sua criação.
Os animais também foram atingidos, tanto que alguns bezerros ficaram queimados.
Essa não é a primeira vez que essa área sofre com incêndio, porém, segundo relatos, na outra ocasião, que o fogo atingiu o lugar, não teve tantos prejuízos, como visto hoje.

Conquista recebeu e aplicou lote da Coronavac suspenso pela Anvisa no sábado (04)

Em nota, o Instituto Butantan foi contra o alarmismo provocado pela medida da Anvisa, já que a vacina é segura


A Prefeitura de Vitória da Conquista recebeu, na última quinta-feira (02/09), e aplicou no mutirão de vacinação da sexta-feira (03/09), que foi destinado aos jovens de 20 a 22 anos, doses de um dos lotes da vacina Sinovac/Coronavac suspensos no último sábado (04/09) pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O lote utilizado na cidade foi o 202107102H.

Mulher morta, vítima de bala perdida no Terra Nobre, só foi para o assentamento após ter sido despejada da casa onde morava

Duas pessoas foram assassinadas na noite desta segunda-feira (6) no assentamento Terra Nobre, em Vitória da Conquista.

As vítimas identificadas como Adelmo de Jesus e Renilda Alves, foram encontradas mortas pela Polícia Militar. De acordo com a PM, após receber um chamado sobre tentativa de homicídio em um condomínio, os agentes realizaram rondas pelas proximidades e encontraram Adelmo e Renilda no chão. Eles foram atingidos por disparos de arma de fogo.