Blog do Cabral

Diretoria do Sinserv faz balanço e comemora conquistas no primeiro semestre de 2021

A diretoria do Sindicato Municipal dos Servidores Públicos de Vitória da Conquista (Sinserv) divulgou balanço positivo de ações desenvolvidas no primeiro semestre de 2021.

Lúcia Chagas em reunião com prefeita Sheila Lemos Andrade no fechamento da Campanha Salarial 2021

Para a presidente do sindicato, Lúcia Chagas, apesar das dificuldades impostas pela Lei Complementar 173, “claríssima no impedimento de qualquer tipo de reajuste de salários” e que inviabilizou qualquer acréscimo  desde o surgimento da pandemia, “o ano de 2021, ainda nem chegou à metade e já é possível listar muitas conquistas e vitórias alcançadas pelo Sinserv para o servidor conquistense“.

No entanto, José Marcos Amaral, vice-presidente, acrescentou que, “apesar de os quase 10 mil servidores ficarem os últimos 03 anos sem aumento salarial, o sindicato não desistiu e continuou lutando por vários benefícios, à exemplo, das CET’s, Auxílios Alimentação, Insalubridade, Vila do Servidor, Férias, dentre outros“. Zé destacou, ainda que “a insistência na militância por esses direitos garantiu diversas vitórias no tempo de recessão“.

Para Flávia Viana, diretora jurídica do Sinserv, “o veto da Lei Federal 173, no aumento de despesas com servidores por causa da pandemia de covid-19, provocou novas perspectivas sindicais pelo que lutar, uma vez que não era justo os servidores sofrerem o pior prejuízo por um motivo, no qual eles não tiveram culpa“.

E assim 2021 entrou, ainda incerto, porém com a unidade da categoria“, frisou o diretor Augusto Silveira, e o sindicato já havia se encontrado e direcionado durante a pandemia e encontrado horizontes na valorização do ser humano, com vistas à preservação da saúde do servidor. “Era hora de garantir a vida dos funcionários públicos“, lembrou Lúcia, ao relatar a decisão de “se posicionar pela vacinação do trabalhador“!

Diretoria unida na VI Feira do Servidor, realizada no Deserg, em comemoração ao mês do trabalhador!

O diretor Herbert Conceição, destacou o primeiro pleito neste sentido: “exigimos a vacinação dos funcionários da saúde“. O motivo, “eles faziam o enfrentamento direto ao Covid19 e isso os colocava numa situação de altíssimo risco, bem como as suas famílias“.

A diretora Patrícia Souto, explicou que “o Sinserv apresentou um organograma, com prioridades, levantadas a partir da exposição dos servidores, em cada segmento“. Andréia Andrade, também diretora, comentou que “apesar da reivindicação começar pela Saúde, os servidores da Educação e posteriormente, os de Serviços Públicos, à exemplo dos garis, teriam a indicação de suas categorias aceita pelo Governo Municipal e seriam vacinados“.

Foi e tem sido uma luta vitoriosa, porque apesar das necessidades e expectativas do servidor, nada havia de mais importante do que sua proporia vida e o servidor venceu e junto com ele, o Sinserv venceu“, enfatizou Cristiane Oliveira.

Todas estas medidas mantiveram viva a esperança dos servidores conquistenses que, à esta altura, haviam compreendido que sua maior conquista neste tempo estava longe de ser um reajuste financeiro e sim a manutenção e garantia de sua proporia vida“, esclareceu Erick Brizola.

Foi quando, em março, o Sinserv apresentou pelo terceiro ano seguido, sua pauta da Campanha Salarial 2021, com cláusulas financeiras, pleiteando recomposição salarial e correção da tabela de remuneração, além de diversas reivindicações e demandas não financeiras“, relatou o tesoureiro do sindicato, Ronaldo Damascena.

Pautamos muitos benefícios“, disse o diretor de comunicação Francisco Ribeiro, citando alguns, cuja solicitação foi imediatamente atendida: “criação do cargo de vigilantes sem prejuízo da remuneração original, uma vez que a função de agente patrimonial foi extinta, o próprio aumento salarial, com a concessão dos 4,5% pela prefeita Sheila, a partir da revisão inflacionária, o projeto de engenharia para o inicio da construção do conjunto habitacional dos servidores, e não abrimos mão da manutenção das conquistas anteriores“.

Agora continuamos a luta pela aprovação do Projeto de Lei da Pós-Graduação dos servidores, e não desistiremos, faremos toda a mobilização e articulação que garanta esse direito exigido por tantos trabalhadores“, garantiu a presidente Lúcia, que já iniciou articulações com a Câmara de Vereadores.

Gratidão e reconhecimento ao diretor Edmilson Alves – In Memori (camisa preta)

O segredo dessas vitórias? “O compromisso e seriedade da gestão, mas principalmente a união dos servidores no momento mais difícil da história sindical conquistense, onde direitos não puderam ser atendidos por causa de uma doença maldita que quis parar o mundo“, respondeu a diretora Carolina Lemos.

Natália Amaral, pontuou ainda, a minuta do Plano de Carreira do Monitor Escolar, entregue na ultima sexta-feira (28/05) ao Governo Municipal para análise e criação de Projeto de Lei.

Dentre as novas conquistas, a formação e diplomação da Guarda Municipal, nesta terça-feira (01/06), representou mais uma categoria para continuar inspirando nossa luta sindical“, apresentou Ubervan Ribeiro.

Valeu à pena sofrermos juntos, lutarmos juntos, acreditarmos juntos e ter insistido na militância sindical“, resumiu Zé Marcos, afirmando que “é da luta que a vitória vem“.

Emocionada e grata, Lúcia Chagas, relembrou e reconheceu a fundamental participação do diretor Edmilson Alves de Souza – falecido em 20 de fevereiro – na luta sindical ao longo dos últimos 15 anos, e agradeceu a união entre diretores, funcionários do atendimento, advogados e jornalista, mas “principalmente, dos filiados“, afirmou, concluindo: “a causa do Sinserv existir“.


Curta e Compartilhe.

Deixe um Cometário


Leia Também