Blog do Cabral

Força-tarefa da prefeitura atua para reparar estragos feitos pelas chuvas na zona rural

Depois de alguns dias de tempo estável, a chuva voltou a cair em Vitória da Conquista desde o início da noite desse domingo (19), provocando transtornos na zona rural da cidade. A estrada que liga o distrito de Pradoso ao povoado de Gameleira (Bate-Pé) precisou ser interditada, após a contenção de uma ponte ter caído com a intensidade das chuvas.

Uma força-tarefa montada pela Prefeitura, com representantes da Defesa Civil, Deserg, Gabinete Civil e Subprefeitura de Bate-Pé, esteve no local, na madrugada desta segunda (20), para verificar os estragos e as providências necessárias. E as máquinas já atuam desde as primeiras horas da manhã.

A contenção da ponte havia sido feita pela Prefeitura, em caráter preventivo em razão das chuvas registradas nos últimos dias na região, e foi o que garantiu que a ponte não tivesse sido levada pela intensidade da chuva de ontem, podendo ocasionar um estrago maior.

“Essa foi a chuva mais forte registrada aqui nos últimos dias. Nós havíamos feito a contenção nessa ponte, que é a primeira logo depois da baixada da ladeira da Jurema e antes de Gameleira, com estacas de cimento e placas pré-moldadas para evitar que a enxurrada carregasse a ponte. E conseguimos que ela não fosse levada. Agora, já estamos tomando as providências necessárias para restabelecer a passagem”, explicou o coordenador da subprefeitura de Bate-Pé, Edilson Gusmão.

Ainda segundo Edilson, na região, um poste foi atingido, deixando a área sem energia elétrica. A companha de distribuição de energia foi ao local para restabelecer o serviço. Além disso, as chamadas passagens molhadas na ladeira da Jurema e na saída da Gameleira foram afetadas. Nessa última, o fluxo de água foi tão intenso que o local está intransitável. “Ainda nesta segunda, as máquinas da Prefeitura estarão lá pra reparar a situação”, afirmou.

Enquanto a estrada estiver interditada, a orientação é que as pessoas optem pelo desvio via Iguá (Iguá – Cavalo Morto – Pau Ferro).

A força-tarefa também atendeu, ainda na noite deste domingo, um chamado referente ao acúmulo de água na parte baixa do distrito de Pradoso.

Alerta de chuvas – De acordo com a Defesa Civil, a média acumulada de chuvas registrada nas últimas 24 horas pelos cinco pluviômetros instalados na área urbana da cidade foi de 27,96 milímetros. A maior incidência foi no Patagônia, onde foram registrados 42,93 milímetros.

Conforme o boletim do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), Vitória da Conquista segue com alerta de chuvas intensas até às 11h dessa terça-feira (21). A quantidade de chuva pode variar entre 20 e 30 milímetros por hora ou até 50 milímetros por dia, com ventos intensos (entre 40 e 60 km/h).

Em caso de situação perigo, como deslizamentos, desabamentos, enchentes e inundações, o cidadão pode acionar a Defesa Civil por meio do número 199.

 


Curta e Compartilhe.

Deixe um Cometário


Leia Também