Blog do Cabral Jornalismo Diferente

Homem que agrediu mulher no meio da rua em Ilhéus já responde por 10 crimes de violência contra mulheres

Carlos Samuel Freitas Costa Filho agrediu uma mulher no meio da rua — Foto: Reprodução/TV Santa Cruz

Segundo titular da Deam, Carlos Samuel Freitas Costa Filho tem longo histórico de agressão a ex-namoradas e mulheres da própria família. Até esta quinta-feira (15), ele não havia sido encontrado pela polícia.

O homem que foi filmado agredindo uma mulher com socos no rosto, na cidade de Ilhéus, cidade do sul da Bahia, já responde a outros 10 crimes de violência contra outras mulheres. Este é o 11º registro de agressão por parte do suspeito, identificado como Carlos Samuel Freitas Costa Filho. Ele é procurado pela polícia.

De acordo com a titular da Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam) de Ilhéus, Márcia Rezende, que investiga os casos, o histórico de agressões dele é contra ex-namoradas e contra mulheres da própria família.

“Nós já identificamos civilmente o autor. Ele já tem 10 registros aqui na Deam, por violência familiar e doméstica, daí tem namoradas e parentes do sexo feminino, familiares. E essa é a 11ª ocorrência dessa pessoa. Nós vamos tomar todas as providências cabíveis mais uma vez. Ele já vai ser intimado e ela [vítima] ainda vai ser identificada para ser intimada”, detalhou a delegada.

Até esta quinta-feira (15), a vítima da última agressão não havia registrado boletim de ocorrência contra o suspeito. PM’s chegaram a ir na casa dela, mas a mulher não quis ir à Polícia Civil. O motivo não foi detalhado. Mesmo sem o registro formal da vítima, a polícia já iniciou as investigações e faz buscas por Carlos Samuel.

O crime aconteceu no bairro Nelson Costa, zona sul de Ilhéus, e um vídeo que mostra as agressões circulou nas redes sociais, na quarta-feira (14). Mesmo sabendo que estava sendo filmado, o agressor não se intimida e continua a cometer o crime.

As imagens gravadas por uma moradora mostram o agressor e a vítima perto de um carro, na frente de uma casa.

No vídeo, a vítima insinuou que o suspeito já teria a agredido antes, e que ela estaria com a boca machucada. Ela pediu várias vezes para que o homem deixasse o local. No vídeo, não fica clara a relação que a vítima tem com o agressor. A polícia está apurando essa informação.

“Me solte e vá embora. Você se acha que porque você é amigo de polícia. Eu vou dar queixa de você aqui, minha boca está do jeito que está”, disse a mulher.

Ainda no vídeo, é possível ver que o homem falou com a mulher que estava gravando a agressão. Carlos Samuel deu a entender que a pessoa que filmava tinha dito que um homem ia descer da casa para conter ele, e chama esse outro homem para briga.

“Cadê o homem que você disse que vai descer? Cadê ele? Manda ele descer que eu quero ver”, diz o suspeito.

O vídeo ainda mostra que a vítima pediu para que esse segundo homem não descesse e avisou que Carlos Samuel não estava armado. “Desça não, moço, ele não tem nada. É um ‘Zé Ruela’, não tem nada”.

Logo depois, ela voltou a pedir que o agressor fosse embora, mas não foi atendida. Ele, então, a agride com uma sequência de murros no rosto.

“Acabou. Desencosta de mim, pegue sua moto e vá embora. Vá embora, eu vou dar queixa de você”, pediu a vítima.

Fonte: G1 BA


Curta e Compartilhe.

Deixe um Cometário


Leia Também