Blog do Cabral

Prefeitura avança com obras no Cristo, São Vicente, Panorama e Primavera e no distrito de São João da Vitória

 

Continuam em pleno andamento, a cargo da Empresa Municipal de Urbanização (Emurc) e sob supervisão da Secretaria Municipal de Infraestrutura Urbana (Seinfra), as obras que foram autorizadas pela prefeita Sheila Lemos em junho, pouco antes de transmitir o cargo ao presidente da Câmara Municipal, Luís Carlos Dudé, para um período de descanso de 12 dias.

Entre essas intervenções, destacam-se as que são executadas no Cristo da Serra do Periperi, nos bairros Alto do Panorama e São Vicente e no distrito de São João da Vitória, o popular Batuque. Todas foram iniciadas imediatamente após a assinatura das ordens de serviço pela gestora.

Na área do entorno do Cristo, cuja requalificação completa está orçada em R$ 3.311.382,00, verba do Ministério do Turismo, o trabalho envolve pavimentação, iluminação, paisagismo e a construção de dois mirantes, a fim de construir no local uma área aprazível para visitação, realização de eventos e opções de lazer – inclusive a fim de possibilitar uma agradável e panorâmica vista do pôr do sol a partir da Serra do Periperi.

Ao longo de dez meses de obra, serão feitos a revitalização dos quiosques e a implantação de piso drenante, capaz de absorver a água da neblina e da chuva amena sem molhar os pés das pessoas. O projeto inclui execução de piso em saibro, paisagismo com plantio de árvores e forração de grama e vegetação, recapeamento asfáltico e colocação de piso tátil, passeio e rampas e colocação de bancos de concreto.

Já foram feitos os serviços de topografia e limpeza da área, além de terem sido iniciados os de escavação para o muro de contenção, a demolição do canteiro e a recomposição do piso intertravado. Houve ainda a regularização e a compactação do passeio que vai da Rua do Cruzeiro até o acesso ao monumento. A partir desta terça-feira (12), a equipe da Emurc dá início ao assentamento do piso tátil.

No Loteamento São Vicente, já foram concluídos os trabalhos de reperfilamento e de recapeamento asfáltico das ruas Professora Ana Almeida, Celi de Freitas e João Pereira, além da Travessa Teodoro Sampaio. E, no acesso ao Condomínio Vila Verde, situado no bairro Primavera, a terraplanagem e a pavimentação asfáltica estão previstos para começar em breve, após o dia 20. O valor total dessas intervenções está orçado em R$ 877,5 mil, provenientes de emenda parlamentar.

No distrito de São João da Vitória, os moradores já podem acompanhar diariamente o canteiro de obras em que se transformaram cinco vias do distrito. Ali, estão sendo aplicados mais de três mil metros quadrados de asfalto. O investimento previsto é de mais R$ 485 mil, provenientes do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDF) e contrapartida da Prefeitura,

O rebaixamento da rede de água e esgoto já foi feito em quatro vias, continua em andamento na Rua 4. Em seguida, a Emurc dará início ao processo de terraplanagem, que prepara as vias para receber as camadas de material asfáltico. Depois de asfaltadas, as vias ainda vão receber o assentamento de meio-fio, sarjetas e passeios acessíveis. A conclusão da obra está prevista para dezembro deste ano.

Já no Alto do Panorama, já foi finalizada a limpeza da área onde estará a bacia de contenção das águas da chuva. E, nesta terça-feira (12), a Emurc iniciou a inspeção das ruas através das quais passará a futura rede de drenagem, ligando a bacia ao principal canal de drenagem do Santa Cecília. Serão mil metros de tubulação, de diferentes diâmetros, que deverão se estender por cinco trechos ao longo de um total de 22 ruas diferentes.

A Prefeitura já recebeu toda a tubulação necessária para iniciar a construção da rede, assim que a bacia for finalizada.

A Emurc adota medidas de segurança ao longo de toda a execução do serviço, por se tratar de uma obra considerada “sensível”, já que passa pelo meio das vias públicas. No momento da abertura das valas, contenções são colocadas de ambos os lados da via, a fim de minimizar os riscos.

Um problema histórico do Alto do Panorama será solucionado com esta obra. Nos períodos de chuva, as ruas costumam ficar intransitáveis, pois a movimentação de terra gera problemas com a rede de água – o que obriga a Prefeitura a estar sempre na tentativa de atenuar os problemas com o uso de máquinas. Agora, primeiramente com a drenagem, e, depois, com o pavimento, tal questão será resolvida de forma definitiva.

Estão sendo investidos na obra R$ 8.562.599,62, entre recursos do empréstimo obtido na Caixa, dentro do programa Finisa, e a contrapartida municipal. A pavimentação asfáltica do Alto do Panorama, etapa posterior à drenagem, será viabilizada com recursos do empréstimo internacional que está em vias de ser liberado.


Curta e Compartilhe.

Deixe um Cometário


Leia Também